Archive for the 'Artigos' Category

06
ago
11

O ornitorrinco, a estrela e o telescópio

ENSAIO : O ornitorrinco, a estrela e o telescópio

Por : Herik Zorneck

1- Introdução

A taxonomia – ou ciência das classificações – é um tema recorrente nas mais diversas áreas do conhecimento.

O problema das classificações tem ocupado – ao longo dos séculos – algumas das mentes mais brilhantes de todos os tempos.

Começando por Aristóteles, e pelas classificações taxonômicas propriamente científicas de Lineu no século XVIII, passando pelas especulações epistemológicas de Immanuel Kant, e pelas contribuições de Emile Durkheim (“As Formas Elementares da Vida Religiosa”) e Claude Lévi-Strauss (“O Pensamento Selvagem”)  ao estudo das taxonomias populares, até chegar ao domínio da Química com o russo Mendeleiev e sua tabela periódica dos elementos.

Uma das características mais importantes da linguagem e do pensamento  é a de que utilizamos conceitos e categorias organizados em pares de oposições para descrever a realidade.

Através do uso de dicotomias, segmentamos o contínuo da realidade para dar sentido ao discurso.

Contudo, alguns objetos do mundo real desafiam nossas classificações (por não se enquadrarem bem em nenhuma categoria) e pertencem a uma espécie de “terra de ninguém” entre os conceitos, fazendo com que – muitas vezes – sejamos obrigados a repensar nossos paradigmas.

No domínio da astronomia, um desses objetos é conhecido pelo nome de anã marrom; um “objeto subestelar” de características bastante peculiares : grande demais para ser um planeta, porém sem massa suficiente para se tornar uma estrela, ele pode ser considerado como o elo perdido entre eles, ou como um tipo de ornitorrinco cósmico.

 

 

 

IMAGEM: ornitorrinco de pelúcia

_

” (…) o ornitorrinco não é horrível, mas prodigioso e providencial para pôr à prova uma teoria do conhecimento. À propósito, pela sua aparição muito remota no desenvolvimento das espécies, insinuo que não seja feito com pedaços de outros animais, mas que os outros animais é que são feitos dos seus pedaços (…) Para falar rapidamente, Kant não sabia nada sobre o ornitorrinco, paciência, mas o ornitorrinco, para resolver sua própria crise de identidade, deveria saber algo sobre Kant.” (trecho do livro “Kant e o ornitorrinco”, de Umberto Eco)

Continue lendo ‘O ornitorrinco, a estrela e o telescópio’

Anúncios
02
abr
10

Thomas Pynchon : O mestre da paranóia

” Não existe Literatura e nem Arte sem paranóia . Provavelmente não haveria nem mesmo Civilização . A paranóia é o mundo . É a tentativa de dar sentido ao que não tem … “

Thomas Pynchon

Thomas Pynchon

 

Pode parecer incrível , mas esse ” idiota com cara de bobo alegre ” é o maior escritor vivo atualmente, um dos expoentes da contracultura norte americana e da ” literatura pós moderna ” e autor de livros consagrados, tais como : ” O Arco Íris da Gravidade ” , ” V.”, ” Mason e Dixon ” e , mais recentemente  , ” Vício Inerente ” e  ” Against the Day ”  ( o último ainda sem tradução para o português ) .

Continue lendo ‘Thomas Pynchon : O mestre da paranóia’

08
mar
10

Sobre os fatores cósmicos que influenciam o clima da Terra

Herbert George Wells

Para discorrer sobre os movimentos da Terra pelo espaço que podem influenciar o clima do planeta, vou recorrer aos talentos literários de alguém bem melhor do que eu : trata-se de H.G. Wells , o mesmo autor de ” A Guerra dos Mundos “, superclássico da
literatura sci-fi, que provocou pânico na população americana , ao ser
radiotransmitido por Orson Welles, em 1938.
Ocorre que Wells, além de ótimo escritor , também foi um grande erudito e
divulgador da ciência, e escreveu , no ano de 1918, uma ” História Universal ” ( The outline of History: Being a Plain History of Life and Mankind ) destinada ao público leigo, em 3 volumes .
É da primeira parte dessa história universal , dedicada à “história natural” , que retirei o trecho a seguir :

Continue lendo ‘Sobre os fatores cósmicos que influenciam o clima da Terra’

20
jun
09

Receita para um oceano

 

A Terra tem um oceano . Sua bola de material sólido é coberta por uma película de umidade. No mínimo, trata-se de uma película pelos padrões planetários ; mas, ainda assim , tem até 11 Km de espessura . A superfície terrestre aflora através do oceano em alguns lugares ; mas continentes e ilhas compõem apenas 30 % da superfície global .

É esta uma situação comum ? Devemos nós esperar que todo planeta possua um oceano ? E será esse oceano um oceano de água , como o da Terra ?

Ou será um oceano uma coisa rara ?

Continue lendo ‘Receita para um oceano’

12
jun
09

1858 – 2008 : 150 anos de nascimento de Émile Durkheim

 Ficheiro:Emile Durkheim.jpg

ENSAIO

1858 – 2008 : 150 anos de nascimento de Émile Durkheim

Por : Herik Zorneck

Conforme afirma Laurent Mucchielli : “ Os grandes homens , sem exceção, tiveram professores e não inventaram tudo , reproduziram como os outros os preconceitos e os estereótipos culturais os mais gerais de sua época , tiveram as mesmas fraquezas narcísicas ( muitas vezes mais do que os outros ! ) , em suma, foram simplesmente homens e, mais ainda , homens de seu tempo . “

Isso se aplica também à obra desse grande sociólogo , do qual comemoramos os 150 anos de nascimento : Émile Durkheim .

Continue lendo ‘1858 – 2008 : 150 anos de nascimento de Émile Durkheim’

27
maio
09

Uma Terra primitiva no congelador

Continuando minha série de matérias sobre exobiologia, quero falar um pouco hoje sobre uma  lua do sistema solar que – além do planeta Marte e de Europa ( lua de Júpiter, sobre a qual já falei em outra matéria ) – tem possibilidade de abrigar vida extraterrestre .


Trata-se de Titã , a maior lua de Saturno e a segunda maior do sistema solar . Antes se pensava que ela fosse a maior lua do sistema solar – dai o nome Titã – mas descobriu-se que, na verdade, Ganímedes era maior . Isso porque  a densa atmosfera de Titã reflete muito a luz solar , fazendo-a parecer maior do que é de fato .

Mesmo assim, Titã é maior do que Mercúrio ( embora seja menos massivo ) , e – portanto – se orbitasse o Sol seria um planeta por direito .

Continue lendo ‘Uma Terra primitiva no congelador’

22
maio
09

Aliens of the deep and mission to Europa

 

 

Desde o surgimento das primeiras civilizações , o homem percebeu que toda vida no planeta Terra depende do Sol .

Bem , na verdade …  quase toda !

Nas fendas submersas do leito oceânico, onde  as placas tectônicas se encontram , existem formas de vida que sobrevivem da luz , calor e dos nutrientes provenientes das fontes hidrotermais ( black smokers ) , formando um ecossitema totalmente indepedente do Sol como fonte de energia . São verdadeiros aliens das profundezas !

Continue lendo ‘Aliens of the deep and mission to Europa’